top of page

#SnaqReview: Microsoft

Um resumo atualizado da companhia que revolucionou o mercado de softwares nos últimos 40 anos!



💻 Conheça a história da Microsoft


Fundada em 1975 por Bill Gates e Paul Allen, a Microsoft é pioneira em diversas áreas, como desenvolvimento de softwares, computação em nuvem e inteligência artificial.


A companhia começou com o objetivo futurístico de trazer computadores mais acessíveis para serem usados no trabalho e em casa. Nos anos 1980, revolucionou o mundo da tecnologia com o lançamento do MS-DOS (sistema operacional para computadores pessoais), que foi substituído pelo Windows. Na década seguinte, lançou o pacote Microsoft Office, usado amplamente até os dias atuais.


Confira os principais números da #Microsoft no 2T'23:

  • Receita (total): US$ 56,2 bilhões (+8% YoY)

  • Lucro líquido: US$ 20,1 bilhões (+20% YoY)



💰 Como a Microsoft faz dinheiro


Os negócios da Microsoft estão divididos em três segmentos:

  • Produtividade e Negócios (Office 365, LinkedIn, dentre outros)

  • Produtos de servidor e serviços em nuvem (Azure, GitHub, Visual Studio, dentre outros)

  • Computação pessoal, jogos & publicidade (Windows, Xbox, Bing, Surface, dentre outros)


O que chama a atenção é o ganho de representatividade da vertical de computação em nuvem nos últimos cinco anos. Desde 2020, Intelligent Cloud é a principal fonte de receita e a companhia segue apostando na vertical!


Confira a receita por segmento da Microsoft no 2T'23:

  • Receita Produtividade: US$ 18,2 bilhões (+10% YoY)

  • Receita Nuvem: US$ 23,9 bilhões (+15% YoY)

  • Receita Computação Pessoal: US$ 13,9 bilhões (-4% YoY)

Embora os números tenham superado as estimativas no 2T'23, as projeções da Microsoft indicam uma diminuição dos resultados gerados pela divisão da Azure nos próximos trimestres em função da i) competição mais acirrada no setor; ii) aumento dos gastos com data #centers; e iii) redução do crescimento de receitas e aumento dos gastos com inteligência artificial. Go deeper.

Em relação à divisão de Computação Pessoal, foi pressionada pelas incertezas no mercado de hardware, com destaque para as vendas de #PCs, que diminuiriam 20% em relação ao mesmo período do ano passado.


#ZoomOut: O mercado de computadores pessoais (PCs) teve um desempenho fraco no 2T'23, com vendas globais de 61 milhões de unidades (-13% YoY), segundo dados da IDC. Essa queda se deu em função da i) fraca de consumidores e clientes empresariais; e ii) uma mudança nas prioridades de orçamento de tecnologia da informação.



📊 Receita e lucro da Microsoft


A evolução da receita da Microsoft é notável, com crescimento médio de 13%. nos últimos 10 anos. Os resultados mais recentes foram impulsionados pela divisão da Azure. O motivo? O avanço em iniciativas de IA generativa em 2023.

A receita líquida totalizou US$ 56,2 bilhões (+8% YoY). Embora o número tenha superado expectativas, as projeções da companhia apontam para uma diminuição da divisão Azure, que foi responsável pelo crescimento nos últimos 10 anos.

O lucro da Microsoft totalizou US$ 20,1 bilhões (+20% YoY), favorecido pelo "boom" da inteligência artificial. Porém, os gastos e impactos associados à integração de inteligência artificial nas soluções da Microsoft ainda não está claros. Isso deve pressionar os resultados nos próximos trimestres.

#ZoomOut: Desde seu IPO em 1986, a Microsoft registrou prejuízo trimestral apenas três vezes:

  • O primeiro prejuízo foi registrado no 4T'12, quando a empresa fez um ajuste contábil de US$ 6 bilhões, reconhecendo o prejuízo relacionado à compra da #aQuantive, feita em 2007. A aquisição da empresa de #publicidade tinha por objetivo competir com o Google.

  • Em 2015, a Microsoft fez mais um ajuste contábil de US$ 8,4 bilhões relacionado à divisão de #celulares adquirida da #Nokia, que trouxe resultados abaixo do esperado.

  • Em 2018, o ex-presidente Donald Trump aprovou uma lei que reduz impostos sobre dinheiro vindo do exterior. A #TCJA (Lei de Empregos e Redução de Impostos) coloca uma taxa única de 15% sobre o caixa mantido fora dos Estados Unidos, que antes era 35%.



📈 Ações da Microsoft (NASDAQ:MSFT)


A Microsoft fez seu IPO em 1986. Desde então, sua ações MSFT acumularam uma valorização expressiva de 252.650%!


➡️ Microsoft: o que mudou nos últimos 40 anos?


🟢 Ao longo dos anos 1990 e 2000, as ações da Microsoft foram impulsionadas por sua posição relevante no mercado emergente de #computadores pessoais, com o lançamento do sistema operacional #Windows e suas diversas versões.


🟡 Entre os anos 2000 até 2014, a companhia experimentou um comportamento mais estável (platô), como reflexo de sua maturidade. Grande parte da receita da Microsoft dependia do Windows, e a companhia não obteve sucesso na tentativa de competir no mercado com seu Windows #Phone (vs. iPhone da Apple) e mecanismo de busca #Bing (vs. Google).


🔵 A partir de 2014, as ações da Microsoft viram um "boom". O motivo? Em fevereiro deste ano, Satya Nadella assumiu o cargo de CEO da Microsoft e apoiou uma série de transformações na companhia via aquisições (#LinkedIn, #GitHub, #Activision Blizzard, dentre outras) e expansão dos segmentos de atuação, com destaque para computação em nuvem.


🔴 A queda no período mais recente é reflexo da conjuntura macro, que levou à queda da demanda global de #PCs, e a desaceleração do crescimento da Azure continua sendo um dos principais desafios para a companhia no curto prazo.



🤖 Microsoft avança no uso de IA; ChatGPT é a grande aposta da big tech

No início do ano, a Microsoft anunciou a 3ª fase da parceria de longo prazo com o OpenAI, laboratório responsável pelo ChatGPT e DALL-E. A big tech investiu US$ 10 bilhões no OpenAI, segundo fontes não oficiais.


➡️ O que está em jogo quanto ao uso da Inteligência Artificial (IA)?


A tendência é que a IA se transforme em uma commodity; será vencedor o player que souber agregá-la aos seus produtos e serviços da forma possível. Ou seja, integrar IA é fator decisivo para sustentar o crescimento da Microsoft (e das outras big techs) nos próximos anos.


No que se refere à integração de IA, a Microsoft está bem posicionada e tem realizado investimentos maciços para garantir sua posição como o melhor player frente às demais big techs. A parceria com a OpenAI deve acrescentar novas funcionalidades nos produtos e serviços — Bing, Office, dentre outros.

"As organizações estão perguntando não apenas como – mas quão rápido – eles podem aplicar esta nova geração de IA para abordar as maiores oportunidades e desafios que encaram – de forma segura e responsável. Seguimos focados em liderar a nova mudança de plataforma de IA." — Satya Nadella, CEO da Microsoft.

#ZoomOut: A Microsoft fez seu primeiro investimento no OpenAI em 2019. A parceria combina supercomputação e pesquisa junto à vertical de computação em nuvem da Microsoft (Azure), que trará infraestrutura, modelos e ferramentas de inteligência artificial (IA) exclusivas e mais avançadas para o OpenAI.


➡️ Para saber mais sobre as iniciativas na Microsoft e seus concorrentes na área de inteligência artificial, confira as últimas notícias aqui!



🔴 Microsoft anuncia demissão em massa


Em janeiro de 2023, a Microsoft anunciou uma demissão em massa, que será feita até o fim de março. Segundo a Sky News, a big tech deve demitir 5% do quadro total. Hoje, a Microsoft conta com mais de 220 mil funcionários — ou seja, mais de 10 mil colaboradores podem ser desligados.


🚀 Linha do tempo da Microsoft


Confira a linha do tempo dos principais lançamentos, aquisições e eventos da Microsoft nos últimos 40 anos!


🗓️ Eventos relevantes da Microsoft
  • 1975: Microsoft é fundada por Bill Gates e Paul Allen

  • 1986: Microsoft faz IPO na Nasdaq

  • 2000: Steve Ballmer é nomeado presidente e CEO

  • 2000: Bill Gates e Steve Ballmer descrevem a estratégia .NET para serviços da web

  • 2014: Satya Nadella nomeado CEO da Microsoft

  • 2020: Microsoft anuncia plano para se tornar negativa em carbono até 2030


📢 Lançamentos da Microsoft
  • 1985: primeira versão do sistema operacional Windows

  • 1990: primeira versão do pacote Office

  • 1997: Outlook, sistema de gerenciamento de informações pessoais e e-mail

  • 2001: Xbox

  • 2003: Microsoft Office

  • 2008: Windows Server, SQL Server e Visual Studio

  • 2009: Bing, mecanismo de pesquisa

  • 2010: Azure (plataforma de computação em nuvem)

  • 2010: Windows Phone 7

  • 2012: Microsoft Surface, computador pessoal com tela sensível ao toque (tablet)

  • 2013: Outlook.com


🤝 Aquisições da Microsoft
  • 2011: #Skype, software de mensagem e vídeo (lançado em 2003)

  • 2012: #Yammer

  • 2014: aquisição dos dispositivos e serviços da #Nokia (líder mundial do mercado de smartphones entre 1997 e 2012, com 40% de market share em meados de 2008)

  • 2016: #LinkedIn, rede social para profissionais

  • 2021: #ActivisionBlizzard, holding de jogos eletrônicos (anúncio)

  • 2022: #Nuance



📃 Referências


https://www.google.com/finance/quote/MSFT:NASDAQ?window=MAX

https://tecnoblog.net/noticias/2018/02/01/microsoft-prejuizo-q4-2017/

https://www.tecmundo.com.br/mercado/142549-acoes-microsoft-subiram-214-chegada-satya-nadella.htm

https://www.microsoft.com/investor/reports/ar22/index.html

https://news.microsoft.com/facts-about-microsoft/#tFrFkkU3OIOkW0Oq.97

https://www.microsoft.com/en-us/Investor/earnings/FY-2023-Q4/press-release-webcast

https://valor.globo.com/empresas/noticia/2023/07/11/mercado-de-pcs-permanece-fraco-no-2o-trimestre-com-queda-de-134percent-nas-vendas-diz-idc.ghtml

news.png
Receba a principal curadoria do ecossistema de inovação

Newsletter semanal e carta de análise mensal, no seu e-mail, com tudo o que você precisa saber!

bottom of page