top of page

News #147 | Meta e Google surpreendem Wall Street + Brasil na rota dos investimentos

Alguém encaminhou a #SnaqNews pra você? Se inscreva e se junte aos 25 mil leitores!

Pega o café e vem começar a semana com a melhor curadoria de inovação!

 

💵 Rota dos investimentos | Fitch eleva nota de crédito do Brasil. O rating soberano saltou de “BB-” para “BB”. Em nota, a agência de classificação de risco disse que a elevação reflete desempenho macroeconômico e fiscal acima do esperado no país. Apesar da elevação, a nota “BB” ainda é considerada “grau especulativo”.


🔋 Mercado potencial | Sigma Lithium estreia na B3 via BDRs. Listada no exterior, a mineradora está avaliada em US$ 4,1 bilhões. A oferta de BDRs reflete seu potencial, ancorado na demanda global de lítio — usado em baterias para carros elétricos, cujo mercado global deve atingir US$ 22 bilhões até 2030.

  • A Sigma é a 6ª maior produtora global de lítio e inseriu o Brasil na rota de produção de carros elétricos. A companhia tem uma unidade de extração no “Vale do Lítio” (localizado no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais), denominada de Grota do Cirilo.


🔴 Faria Lima em alerta | Pátria Investimentos anuncia prejuízo com fundo que “virou pó”. A gestora informou que a cota do fundo Pátria Special Opportunities II caiu de R$ 10 para R$ 301 negativos, em função do prejuízo relacionado ao desinvestimento na Tenco, rede de 13 shopping centers localizados em cidades de médio porte.

  • Seis fundos tinham exposição aos ativos da Tenco. Para arcar com os custos da venda dos ativos, a gestora utilizou dinheiro dos caixas desses seis fundos, mas o Special Opportunities II não tinha caixa suficiente. Hoje, o Pátria tem US$ 27,3 bilhões sob gestão.


🟣 4º maior banco do país | Nubank ultrapassa Banco do Brasil em número de clientes. Com 77 milhões de clientes, a fintech ocupa a 4ª posição do ranking de instituições financeiras com mais clientes no Brasil — atrás da Caixa Econômica Federal (150 milhões), Bradesco (104 milhões) e Itaú (99 milhões), respectivamente.

 

A Snaq participará do SVWC 2023, um dos principais festivais de inovação e negócios da América Latina, que reúne os principais gestores, líderes e empreendedores do mercado. Serão +30 horas de conteúdo e +3 mil participantes reunidos para debater as principais tendências do mercado.


➡️ Saiba mais sobre o evento e garanta seu ingresso aqui!

 

📚 Ensino técnico | Apprenty capta R$ 8 milhões. Fundada em 2022, a startup criou uma plataforma de ensino técnico online, voltada para a capacitação de jovens que estão entrando no mercado de trabalho. Hoje, apenas 10% dos jovens que deixam o ensino médio optam pela formação técnica, segundo dados do MEC — em países europeus, chega a 60%.


🎯 Foco no marketing | Deal investe R$ 4 milhões para lançar startup Alot. Fundada em 2004, a Deal atua como integradora na parte de TI e atende grandes empresas do setor financeiro. Entre elas, estão Getnet Brasil, Authent, Apsen, EMS Saúde e 88i. A nova startup foi lançada com o objetivo de impulsionar sua vertical de inovação, marketing e experiência do usuário.


🔒 Segurança cibernética | Igah Ventures investe na Axur. Fundada em 2012, a startup criou um software de prevenção e proteção de dados contra crimes digitais, usado por 600 empresas — entre elas, estão Empiricus e Dotz. O valor não foi divulgado.


📊 Liderado por mulheres | Positivo Tecnologia investe R$ 3,6 milhões no fundo WE Ventures. É o primeiro fundo de CVC da América Latina 100% focado em negócios liderados por mulheres. O WE Venture já captou R$ 60 milhões e investiu em quatro startups: Pack ID, Mobees, Smarkets e WEImpact.


Investimentos em startups no Brasil: CVCs e Agenda ESG ganham espaço

  • CVCs responderam por 31% das transações com startups no primeiro semestre de 2023 (vs. 16% em 2022), segundo dados da Abvcap. Os veículos de investimento ganharam espaço em meio à escassez de recursos originados de fundos tradicionais.

  • 84 empresas têm operações com CVCs no Brasil, e outras 37 companhias estão com planos para criar seus veículos de investimento em startups. Grande parte estão concentrados em TI, bancário e indústria, mas a tese ESG vem ganhando espaço.

  • As startups brasileiras de ESG captaram US$ 2,4 bilhões, distribuídos em 501 rodadas de investimento desde 2010, segundo dados do Distrito. Desse total, a categoria “social” captou US$ 1,1 bilhão, distribuídos em 199 rodadas de financiamento no período.

 

🎯 Aquisição estratégica | Evertec anuncia aquisição da Sinqia. Com atuação em 26 países, a Evertec tem uma presença pouco representativa no Brasil. A aquisição visa torná-la uma fintech líder na América Latina, oferecendo produtos de pagamentos e softwares. A operação deve ser concluída em outubro e está sujeita à aprovação dos acionistas da Sinqia.

  • A Sinqia fornece softwares para bancos, consórcios, fundos de pensão e gestoras. A companhia, que abriu capital em 2013, tem uma estratégia intensa de M&As, com 24 empresas no portfólio.

📚 Escola de negócios | Exame adquire IPD Digital. É a 2ª compra feita pela Exame no setor de educação — a 1ª adquirida foi a Witseed. Com a operação, será inaugurada a Faculdade Exame, que terá cursos de graduação e pós-graduação nas áreas de ESG, Tecnologia e Negócios. Desde 2020, quando o BTG Pactual assumiu a Exame, o braço educacional teve 65 mil alunos.


🏭 Indústria 4.0 | WEG adquire participação minoritária na BirminD e assume 100% das ações. A empresa é especializada em soluções de inteligência artificial para otimização de processos industriais. A operação está alinhada com a estratégia de desenvolvimento de novos produtos e serviços de otimização da WEG. O valor da operação não foi divulgado.


💵 Crédito mais fácil | BTG Pactual e Senior Sistemas anunciam joint venture (50% de participação de cada empresa). A iniciativa visa a criação de uma plataforma para oferta de soluções financeiras para PJs integrada aos sistemas de gestão da Senior. A joint venture está sujeita à aprovação do CADE.


Bola da vez | Arena Hub e Slat Ventures fecham parceria. A iniciativa visa a criação do Sports Angel, fundo destinado para investimentos em startups early stage com soluções ligadas ao esporte, no valor de R$ 15 milhões. A tese de investimento inclui engajamento de fãs, saúde, mídia, gamificação, dentre outros.

 

🎶 Novos assinantes | Spotify traz mudanças estratégicas (cortes na divisão de podcasts) e crescimento da base de assinantes. Porém, as cifras vieram abaixo do esperado, com destaque para o aumento do prejuízo e a redução do fluxo de caixa. A falta de catalisadores de crescimento de receita também preocupa investidores. As ações SPOT recuaram 14% no after market.

  • Usuários Ativos Mensais (MAUs) 551 milhões (+27% YoY)

  • Receita: € 3,1 bilhões (+11% YoY) | Prejuízo: € 247 milhões (+27% YoY)


🖥️ Efeito IA | Microsoft divulga impactos positivos dos novos produtos impulsionados por IA, mas traz fraco desempenho na vertical de PCs — em função da demanda global de hardwares mais fraca no período. Além disso, projetou uma desaceleração na Azure nos próximos meses, associada à expansão dos gastos com data centers. As ações MSFT caíram 4%.

  • Receita total: US$ 56,2 bilhões (+8% YoY) | Windows: US$13,9 bilhões (-4% YoY)

  • Lucro: US$ 20,1 bilhões (+20% YoY)


☁️ Nas nuvens | Alphabet apresenta resultados acima do esperado, impulsionados por publicidade no mecanismo de busca do Google — que se manteve resiliente em meio à desaceleração do setor e aos chatbots de IA dos concorrentes — e o ganho de market share do Google Cloud segue no radar. Como efeito, as ações GOOG subiram 6,5%.

  • Receita: US$ 74,6 bilhões (+7% YoY) | Lucro: US$ 18,3 bilhões (+15% YoY)


🎯 Ano da eficiência | Meta (Facebook) traz resultados positivos, em função dos cortes de gastos, melhorias na vertical de publicidade nas redes sociais, soluções de inteligência artificial (destaque para o LLaMA 2) e mais clareza quanto às investidas no metaverso. Assim, as ações META tiveram alta de 7%.

  • Receita: US$ 31,9 bilhões (+11% YoY) | Lucro: US$ 7,7 bilhões (+16% YoY)

 

📈 Juros mais altos | Federal Reserve eleva taxa básica de juros. Com o 11º aumento consecutivo promovido pelo Fed, a taxa básica de juros dos Estados Unidos saltou para uma faixa entre 5,25% e 5,5% ao ano — é o patamar mais alto desde 2001.

  • Em nota, o FOMC disse que a decisão foi pautada nos seguintes fatores: i) inflação, que segue elevada; ii) geração de empregos robusta nos últimos meses; e iii) expansão moderada do ritmo de atividade econômica.


🌐 Internet para todos | Amazon investirá US$ 120 milhões no Projeto Kuiper. A iniciativa visa a construção de uma instalação de processamento, com objetivo de lançar 3.236 satélites na órbita da Terra, com o objetivo de levar internet de banda larga para regiões remotas do planeta.

  • O Kuiper concorre diretamente com o Starlink, projeto de internet que usa milhares de satélites em órbita, criado por Elon Musk. Em 2022, a Amazon também fechou acordos estratégicos com Blue Origin LLC (de Jeff Bezos), Arianespace e United Launch Alliance para se posicionar na corrida espacial.


✖️ Twitter agora é X | Linda Yaccarino, atual CEO da empresa, destacou que a nova marca é mais que uma rede social: integrará recursos de vídeo, mensagens, pagamentos, tornando-o uma “praça global de ideias, bens, serviços e oportunidades”. Porém, diversas empresas já têm o X como marca registrada, e a rede social pode ser processada por confusão ao consumidor.


🚗 Carros elétricos | Volkswagen investe US$ 700 milhões na XPENG. Com a iniciativa, a Volkswagen terá uma fatia de 4,9% da fabricante chinesa rival da Tesla e da BYD e visa o desenvolvimento conjunto de dois modelos elétricos na China, com lançamento previsto para 2026. Em 2022, a China se tornou o maior mercado de carros elétricos (59% das vendas globais).

 

Comentarios


news.png
Receba a principal curadoria do ecossistema de inovação

Newsletter semanal e carta de análise mensal, no seu e-mail, com tudo o que você precisa saber!

bottom of page