Carta Mensal #9 | Das 250 fintechs mais promissoras, 9 são do Brasil!

Seu resumo mensal de análises, gráficos e temas que marcaram o mês de setembro no ecossistema de inovação.



O que você vai ver nesse material:

  • Dados do mês: Das 250 fintechs mais promissoras do mundo, nove são empresas brasileiras; Nascimento de unicórnios no mundo está em baixa

  • Índices e ações: Queda das big techs; Ibovespa na contramão dos mercados globais; Cripto sente efeito "The Merge"

  • Análise by Catarina Capital: Comentário do gestor sobre macroeconomia global e nacional

  • Principais notícias: Ataque hacker na Uber; Adobe anuncia aquisição da Figma; Nubank e seus big numbers

  • Recomendação: Report "Meios de Pagamento"; SnaqReview: Mercado Livre; Report "Latin American Digital Transformation 2022"


📈 Dados do mês


📊 Das 250 fintechs mais promissoras do mundo, nove são brasileiras

A pesquisa "The Fintech 250: The most promising fintech companies of 2022", feita pela CB Insights, selecionou as empresas mais promissoras do setor de tecnologia financeira do mundo. Entre as 12,5 mil fintechs elegíveis, de diversas categorias, apenas 250 empresas foram selecionadas.


Confira alguns dados para ilustrar o perfil do ranking:

🟢 33 países diferentes;

🟢 53% sediadas nos Estados Unidos;

🟢 13% são startups em estágios iniciais (Seed, Série A ou Série B);

🟢 64% são unicórnios;

🟢 Tiger Global é o principal investidor, com 45 empresas — com destaque para Stripe, Checkout.com, Revolut e FTX;

🟢 Nove empresas são brasileiras — Agibank, C6 Bank, CloudWalk, Creditas, EBANX, Warren, Unico, Loft e QuintoAndar*.


*Observação: as duas últimas, Loft e QuintoAndar, revolucionaram o mercado imobiliário brasileiro nos últimos anos, e foram incluídas no ranking devido aos avanços quanto à oferta de serviços financeiros em suas respectivas plataformas.



🦄 Nascimento de unicórnios no mundo está em baixa

O nascimento de unicórnios a nível global está em baixa, segundo dados do PitchBook. Depois do "boom" visto em 2021, voltamos para patamares próximos de 2019; com apenas 11 novos unicórnios no último mês. Analistas atribuem essa tendência ao atual cenário restritivo para o capital de risco.

O termo unicórnio se refere às startups avaliadas em mais de US$ 1 bilhão. Considerando o valuation, as principais da categoria na atualidade são ByteDance (US$ 360 bilhões), Ant Group (US$ 200 bilhões), Stripe (US$ 152 bilhões) e SpaceX (US$ 100 bilhões).


No Brasil, temos quase 30 unicórnios para contar história. Você sabia que temos uma curadoria exclusiva, feita em parceria com a DealMaker, com os principais indicadores e tendências dessas empresas que estão revolucionando o mercado? Vale a pena conferir! Go deeper.



📊 Desaceleração do volume de investimentos

Em meio às incertezas do atual cenário macroeconômico, os investimentos em Venture Capital (VC) desaceleraram no terceiro trimestre de 2022, segundo o Crunchbase. O volume de investimentos totalizou US$ 81 bilhões no período, o que representa uma queda de 53% na comparação anual (YoY).

As startups brasileiras captaram US$ 204 milhões em setembro contra US$ 255 milhões no mesmo período do ano passado, o que representa uma queda de 19%. O montante foi distribuído em 53 rodadas.

A Sling Hub, em parceria com o Emerging VC Fellows, lançou o Startup Index Brasil, uma medida estatística que acompanha as principais variáveis do ecossistema de forma integrada. Para construir o índice, foram utilizados mais de 3,7 milhões de dados do mercado de inovação brasileiro a partir de 2015.



💰 Venture Debt vira protagonista na América Latina

A modalidade Venture Debt cresceu 66% em relação ao mesmo período de 2021, segundo a Sling Hub. E o mais impressionante: dos US$ 1,5 bilhão captados no período, cerca de 85% vieram de captação debt! Entenda mais sobre o tema no nosso report!


O destaque do mês foi a Kavak, que captou US$ 810 milhões junto aos bancos HSBC, Goldman Sachs e Santander nessa modalidade. Com o valor, a empresa mexicana ganhou o título de startup mais valiosa da América Latina. A iniciativa viabilizará a expansão de suas operações de compra e venda de veículos seminovos e usados na região.

Em relação às captações por setor, a novidade do mês foi a presença das autotechs, que desenvolvem e ofertam produtos e serviços relacionados a tecnologias automotivas, mobilidade e transporte.


Essa categoria registrou o maior volume de investimentos do ecossistema latino-americano: US$ 811 milhões. Sem considerar a captação da Kavak, as fintechs seguem na liderança, com US$ 495 milhões distribuídos em 21 rodadas no período.

 

🌱 By Octa: Soluções ESG estão com tudo!

São mais de 800 startups ESG Techs no Brasil, segundo o último levantamento da Distrito, feito em 2021. E o mais impressionante: quase 70% dos investimentos feitos nesse nicho foram direcionados para startups B2B, que oferecem soluções para outras empresas.


Entre as startups ESG Techs B2B, o número de empresas voltadas para o pilar “Social” é menor que os outros dois — Ambiental e Governança. Apesar disso, essas empresas concentram cerca de 68% de todo o volume de investimentos!


Em relação ao número de soluções oferecidas, o principal setor é o de “Água e Energia” e estão concentradas na subcategoria “Sustentabilidade”. As startups dessa subcategoria auxiliam outras empresas a reduzir ou anular o impacto ambiental gerado por suas atividades.


🐙 Para saber mais sobre o tema, confira nosso report completo "ESG 2022", feito em parceria com a Octa! Go deeper.

 

2ª TEMPORADA JÁ ESTÁ NO AR!


Vem conferir o Projeto Venture, que conta a história do empreendedorismo digital no Brasil



Clique aqui e conheça a história de grandes nomes do mercado!

 

📈 Índices e ações


🔴 Queda das big techs; Ibovespa na contramão dos mercados globais

Com a divulgação do índice de inflação dos Estados Unidos pior que o esperado no dia 13, o mercado antecipou a decisão do Fed quanto ao rumo dos juros. Nesta ocasião, os ativos de risco experimentaram uma forte queda, com destaque para as empresas de tecnologia.


Juntas, as big techs — Apple, Microsoft, Amazon, Meta, Google e Nvidia — perderam US$ 500 bilhões em único dia. E a tese de um tom mais duro por parte do Fed foi confirmada no dia 21, com a taxa básica de juros saltando para um intervalo de 3% a 3,25%, o nível mais alto desde 2008. Como efeito, essas empresas experimentaram mais uma queda significativa.


Na contramão dos mercados globais, o Ibovespa avançou no fim do mês. Entre os motivos, estão os diferentes momentos quanto ao ciclo de alta de juros, que foi antecipado pelo Bacen, e o desempenho positivo de commodities.


*Observação: o Inter migrou para Nasdaq em junho de 2022 e suas ações passaram a ser negociadas com o ticker INTR. Para os investidores, as ações (BIDI11, BIDI3, BIDI4) foram convertidas nas BDRs com o ticker INTR31. Aqui, registramos apenas sua performance na bolsa americana.



📈 Cripto sente efeito "The Merge"; novos ventos para a Ripple

O evento mais aguardado do mundo cripto, o tal “The Merge” (“A Fusão” em tradução livre), aconteceu no dia 15. Nesta ocasião, ocorreu a mudança da rede blockchain Ethereum do modelo “Proof-of-Work“ (PoW, ou “prova de trabalho”) para o modelo “Proof-of-Stake” (PoS, ou “prova de participação”).


Porém, a mudança estrutural fez o Ether (ETH), token nativo da rede Ethereum, acumular uma queda de 15% no mês. Em relação à principal criptomoeda da atualidade, o Bitcoin (BTC), seguiu sem grandes mudanças e em trajetória de queda também.


Um dos principais destaques positivos de setembro foi a Ripple (XRP). O motivo: a empresa Ripple Labs, criadora do token XRP, pode sair vitoriosa da batalha judicial contra o órgão regulador SEC — conhecido como a "CVM dos Estados Unidos". Como efeito, a criptomoeda disparou na segunda quinzena do mês.

#retrospectiva: em 2020, a SEC acusou a Ripple de enganar os investidores ao vender valores mobiliários não registrados de XRP, o que foi negado pela empresa. O fim do julgamento define se os tokens XRP podem ser considerados valores mobiliários ou não.
 

🔎 Análise by Catarina Capital






📊 Macro Global

🟠 Estados Unidos registra queda do PIB; alta dos juros não deve acabar tão cedo

O PIB americano caiu 0,6% no 2T22; é o segundo trimestre consecutivo de queda, sinalizando que a economia americana já está em recessão técnica. O resultado ruim penalizou o mercado de ações a nível global e muitas incertezas seguem no radar.


A inflação segue acima de 6% e espera-se que o ciclo de alta dos juros siga até meados de 2023. Em setembro, o yield (rendimento) do título de 10 anos do Tesouro Americano (Treasury), que é considerado uma das principais referências para as taxas globais, saltou para 3,9% — contra 1,5% no mesmo período de 2021.


Como já discutimos em cartas anteriores, juros mais altos afetam de forma negativa o valuation de empresas de tecnologia, pois uma grande parte delas ainda dependem de financiamentos para crescer e são deficitárias em termos de geração de caixa.



🟠 Europa sofre com a inflação; temor de racionamento de energia agrava cenário

O cenário no velho continente não é diferente: a inflação permanece alta nos principais países europeus e o ciclo de alta dos juros segue no horizonte. No início de setembro, o Banco Central Europeu (BCE) elevou a taxa referencial de juros de zero para 0,75%, o nível mais elevado desde 2011.


Isso pode ser agravado, uma vez que a Europa pode sofrer um racionamento de energia, afetando ainda mais sua capacidade de produção e crescimento econômico. Como efeito, houve uma forte desvalorização tanto do euro como da libra frente ao dólar.



📊 De olho no Brasil

Em meio à corrida eleitoral, o 2º turno segue com a polarização e com um desfecho indefinido. Outro ponto de atenção é a possível desaceleração econômica, que tende a afetar de forma negativa a demanda por commodities. Isso traz uma dose de preocupação adicional, pois o Brasil é bastante dependente das exportações de commodities.

 

📰 Principais notícias do mês:


🤝 Adobe anuncia aquisição da Figma

Junto com a divulgação de seu balanço, a Adobe anunciou a aquisição da Figma por US$ 20 bilhões. A empresa foi avaliada em US$ 10 bilhões em 2021. Com uma receita recorrente de US$ 400 milhões, o M&A saiu com um múltiplo impressionante de 50x! Shantanu Narayen, CEO da Adobe, disse que a iniciativa acelerará sua posição em ferramentas de design colaborativo. Se for aprovada, será a maior aquisição da história do ecossistema de VC.



🖥️ Ataque hacker derruba valor de mercado da Uber

A Uber abriu uma investigação para o denominado "incidente de segurança cibernética", em que o hacker acessou alguns dos sistemas de comunicação internos da empresa. E não é a primeira vez que isso acontece: em 2016, uma falha de segurança expôs os dados pessoais de 7 milhões de clientes e placas de 600 mil motoristas.



✈️ Embraer compra fatia minoritária de fabricante de drones

A Embraer anunciou a aquisição minoritária da XMobots, principal fabricante de robótica móvel e drones da América Latina. Com a iniciativa, a empresa brasileira, que é referência no mercado agrícola e monitoramento de fronteiras, pretende expandir suas áreas de atuação e trazer novas tecnologias que tenham sinergias com a Embraer. O valor do negócio não foi revelado.



🟣 Nubank e seus big numbers

O "roxinho" atingiu o marco de 70 milhões de clientes na América Latina; esse número que supera grandes players tradicionais, como Itaú e Bradesco. David Veléz, CEO do Nubank, destacou que o crescimento acelerado da base de clientes é resultado da busca constante por eficiência e expansão de novos produtos.


Cabe lembrar que o Nubank trouxe diversas novidades no período recente. Entre elas, estão o NuInvest, o Nubank Cripto e as famosas “Caixinhas”. Seu novo programa gratuito de recompensas, denominado de Nunos, está em fase de testes e deve ser lançado em breve também. Go deeper.



📌 Recomendações do mês


🟢 Report "Meios de Pagamento"

Você sabia que, com o PIX, o Brasil está no top 5 mundial dos países com maior número de transações de pagamento em tempo real? Confira nosso report exclusivo, feito em parceria com a Pay2B., sobre as principais tendências do setor!


➡️ 1º Hackathon inovabra de Cash Management

Já pensou em facilitar a vida das pessoas e transformar o futuro dos meios de pagamentos? 20 empresas serão selecionadas para desenvolver novas soluções dentro do sandbox de inovação do Bradesco. A mais bem avaliada poderá realizar uma experimentação com o banco!


🟢 SnaqReview: Mercado Livre

Vendas totais, receita, lucro e outros indicadores do maior ecossistema de comércio e pagamentos online da América Latina você só confere de forma objetiva e visual na nossa série de reviews!


🟢 Report "Latin American Digital Transformation 2022"

Confira os principais dados e informações sobre a transformação digital que está acontecendo na América Latina. O material foi elaborado pela Atlantico, líder em investimentos de capital de risco na região.



✉️ Se inscreva aqui para receber as próximas cartas direto no seu email!
Disclaimer

Esta apresentação foi elaborada pela Snaq com informações disponíveis ao público. A Snaq não faz qualquer representação ou garantia quanto à exatidão, plenitude e confiabilidade das informações, estimativas ou projeções contidas nessa apresentação. Nada neste material deve ser entendido como uma promessa, recomendação ou representação do passado ou do futuro. A Snaq se exonera, expressamente, de toda e qualquer responsabilidade relacionada ou resultante da utilização deste material.


Este material foi preparado apenas para fins informativos e não deve ser interpretado como recomendação de investimento, uma oferta de compra ou venda de quaisquer valores mobiliários ou instrumentos financeiros.