top of page

News #115 | Carros voadores + “Bancões” na onda de tokenização



Finanças é tech!

🟢 “Bancões” entram na onda de tokenização | Santander faz emissão de R$ 40 milhões em debêntures tokenizados. A iniciativa, coordenada pela Vórtx DVTM, visa atender uma demanda da Indigo, empresa de gestão de estacionamentos. Com isso, o Santander se junta ao grupo de instituições tradicionais — entre elas, BTG Pactual, Itaú e Banco do Brasil — que integraram a tecnologia blockchain.


📲 Motorola agora é fintech | Dimo, conta digital da Motorola integrada ao smartphone, é lançada. A iniciativa foi desenvolvida em parceria com a plataforma de Banking as a Service (BaaS) Jazz Tech, que está plugada ao banco carioca Arbi. A fabricante de celulares do grupo Lenovo entra no nicho de serviços financeiros com mais de 30 mil clientes.


🛍️ Compras no WhatsApp | Mastercard recebe autorização do Bacen para pagamento de compras no WhatsApp. A novidade, que abrange pagamentos com cartões na rede social, deve ser lançada após o cumprimento de alguns requisitos regulatórios. A bandeira Visa já recebeu a autorização em novembro.


🟡 Tudo em um só lugar | Google Pay recebe autorização do Bacen para funcionar como instituição de pagamento, na modalidade iniciador de transação de pagamento (ITP). Desde julho, a carteira digital do Google traz cartões de crédito e débito, documentos, ingressos para shows, dentre outros. A tendência é que o ITP ganhe força com o avanço do Pix e do Open Finance no país.



Virou notícia no Brasil

🚗 Carros voadores?! | Eve fecha acordo com a empresa gaúcha FlyBIS para escalar seu “carro voador” no Brasil. Fundada em 2020, a startup é fruto de um projeto de inovação da Embraer e está avaliada em US$ 2 bilhões. Entre seus principais concorrentes, estão as empresas Airbus e Joby. A expectativa da startup é fazer as primeiras entregas em 2026.


🚐 Mobilidade ESG | Arrow Mobility vai fabricar furgões movidos 100% a bateria. Os furgões elétricos são veículos comerciais usados para entregas de produtos nos grandes centros urbanos e ajudam na descarbonização. Fundada em 2021, a startup brasileira foi criada por ex-executivos da Marcopolo e já tem 100 pedidos de veículos encomendados pela Localiza.


📲 Superapp bilionário | Superlógica, Cyrela e Intelbras se unem para criar o superapp Gruvi. A novidade traz diversas soluções B2C para o mercado imobiliário e habitação — gestão de despesas, organização de assembleias, identificação facial, seguros, dentre outras. Com a integração dos negócios das três empresas, o potencial do app é gigante: só o mercado endereçável com home equity, smart home e seguro residencial é de R$ 35 bilhões, segundo o Credit Suisse.


🔴 Na onda de lay-offs | Startups brasileiras anunciam demissões em massa, sob a justificativa de preservar caixa e margem. Entre elas, estão Loft (312 colaboradores demitidos), Buser (165) e Alice (113).



Aportes milionários

💸 Negócio milionário | Dr. Cash é avaliada em R$ 175 milhões (post-money). Fundada em 2018, a fintech de crédito atua no modelo B2B2C e é especializada em parcerias com clínicas de tratamentos médicos, odontológicos e estéticos — são mais de 4 mil clínicas cadastradas, incluindo grandes nomes como OdontoCompany e Sorridents. A empresa foi avaliada após fechar uma rodada com o BV.


⚖️ Startup “anti-burocracia” | Docket recebe aporte de R$ 110 milhões. A rodada foi liderada pela Gerdau Ventures e pela Inovabra, braço de inovação do Bradesco. Fundada em 2016, a legaltech de busca, gestão e análise de documentos jurídicos quer aumentar a eficiência das operações e ampliar seu portfólio — que já inclui Klabin, Sicredi e CashMe.


🌽 Milhões pro agro | Seedz capta US$ 16,5 milhões. A rodada série A foi liderada pela Alexia Ventures. Fundada em 2017, a agtech criou um software de gestão de clientes para ajustar na digitalização do agronegócio. Com o valor, quer fazer novas aquisições e entrar na vertical de serviços financeiros.


💰 Até logo, Excel! | Lastro levanta US$ 4 milhões (seed) junto às gestoras Canary, QED e 1Sharpe. Fundada em 2021, a startup brasileira automatiza a gestão imobiliária para seus clientes — gestoras de fundos do setor, imobiliárias, grandes proprietários individuais, dentre outros. Com o valor, quer acelerar suas operações.



Giro 360º

🎮 Maior aquisição da indústria de games em xeque | FTC, órgão regulador dos Estados Unidos, processou a Microsoft para impedir a aquisição da Activision Blizzard. Em nota, o FTC disse que o acordo pode reduzir a competitividade no setor e impactar negativamente os preços e qualidade dos jogos. A aquisição da Activision por US$ 68,7 bilhões foi anunciada em janeiro.


📲 TikTok da Amazon? | Amazon lança recursos semelhantes ao TikTok no aplicativo. A novidade, batizada de “Inspire”, visa acelerar as vendas da companhia através de um feed personalizado com fotos e vídeos curtos. A big tech se une à Meta (Facebook) e ao Google, que estão adicionando os recursos para impulsionar vendas.


💪 Liderança brasileira | Slack anuncia sua nova CEO, a brasileira Lidiane Jones. A executiva vai comandar a companhia a partir de 2023, com a saída do fundador Stewart Butterfield. Com isso, Lidiane se une ao grupo de brasileiros que são líderes de gigantes da tecnologia — entre eles, estão Cristiano Amon (Qualcomm) e Sérgio Buniac (Motorola).


🔎 Sob investigação | Neuralink é investigada por autoridades dos Estados Unidos. Segundo a Reuters, a empresa de Elon Musk recebeu acusações de maus-tratos com animais usados como cobaias, a fim de acelerar os testes com chips a serem implantados em cérebros humanos.


🔴 Pro xadrez também | Sunny Balwani, ex-presidente da Theranos, é condenado a quase 13 anos de prisão. Elizabeth Holmes, fundadora da empresa de biotecnologia, também foi condenada por conspiração e fraude em novembro.



Комментарии


news.png
Receba a principal curadoria do ecossistema de inovação

Newsletter semanal e carta de análise mensal, no seu e-mail, com tudo o que você precisa saber!

bottom of page