top of page

News #156 | Gringo capta R$ 150 milhões + Big techs na mira da Justiça

Alguém encaminhou a #SnaqNews pra você? Se inscreva e se junte aos +30 mil leitores!



☕ Pega o café e vem começar a semana bem informado, com a melhor curadoria de inovação!



⚖️ Na mira da Justiça | TST reconhece vínculo de emprego entre entregadores e Rappi. O Tribunal Superior do Trabalho (TST) disse que a decisão foi baseada na CLT e citou decisões de outros países — Alemanha, Bélgica, Austrália, Chile e Uruguai —, que reconhecem o vínculo trabalhista entre as partes. A Rappi informou que vai recorrer da decisão.


📢 Nova conselheira | Stéphanie Fleury retorrna à ABFintechs como conselheira. Fleury é fundadora e ex-CEO da carteira digital DinDin (adquirida pelo Bradesco) e especializada em meios de pagamentos e no segmento de BaaS. No time de conselheiros, será responsável por colaborar com o crescimento de iniciativas inovadoras no setor financeiro.


💄 Beleza de milhões | BeautyTechs captam R$ 97 milhões. No Brasil, há 218 startups que desenvolvem soluções para a indústria da beleza. Os segmentos de atuação mais comuns são skin care (12%), clean beauty (12%) e cosméticos inteligentes (9%). O valor captado considera 15 deals de beautytechs brasileiras, registrados entre janeiro de 2022 e julho de 2023.


🟣 Expansão na Colômbia | Nubank capta US$ 115 milhões para expandir operações na Colômbia. O valor total concedido pela IFC (braço financeiro do Banco Mundial) saltou de US$ 150 milhões para US$ 265 milhões. A iniciativa visa expandir o acesso a serviços financeiros no país, onde a fintech já tem 700 mil clientes.


🪢 Finanças compartilhadas | Noh muda foco e lança novo aplicativo. Fundada em 2021, a fintech de finanças compartilhadas terá como novo foco em finanças de casais — 95% dos seus usuários são casais. A decisão também considerou a mudança regulatória sobre os cartões pré-pagos, que pressionou suas receitas.


🚗 Para motoristas | Gringo capta R$ 150 milhões. Fundada em 2019, a startup desenvolveu um superapp de suporte para motoristas — inclui gerenciamento de documentos, pagamentos de impostos, seguros, dentre outros. A rodada Série C liderada pela Valor Capital, com participação da Kaszek, foi concluída em agosto. O Brasil tem 75 milhões de motoristas. Desse total, 10 milhões usam o aplicativo da Gringo — a taxa de atividade é de 80%.


💵 Pix parcelado | Drip capta R$ 40 milhões. Fundada em 2021, a fintech desenvolveu uma solução de Pix parcelado para compras online. A rodada foi liderada pela SRM Asset. Com a operação, a Drip foi avaliada em R$ 100 milhões. A Drip já realizou R$ 15 milhões em transações. A fintech tem 25 mil clientes pagantes e 500 lojas cadastradas — inclui Nike, Shein e Shopee.


🎯 Marketing inteligente | Purple Metrics capta R$ 6 milhões. Fundada em 2021, a startup criou um software de mensuração recorrente de branding por assinatura. A rodada Pré-Seed foi liderada pela Astella. Com a Purple Metrics, os times de marketing podem acompanhar métricas de desempenho da marca em tempo real, que facilitam tomada de decisões.


🎲 Dados sobre inovação | Sling Hub capta R$ 3,7 milhões. Fundada em 2018, a startup desenvolveu uma plataforma de dados e geração de insights sobre venture capital na América Latina. Parte do valor captado será direcionado para sua expansão internacional. Hoje, a plataforma da Sling Hub atende 50 empresas, incluindo Amazon, Google, Itaú, Bradesco e Renner. O negócio foi avaliado em R$ 35 milhões.


Educação + Esporte | Esporte Educa capta R$ 1,6 milhão. Fundada em 2020, a sportech/edtech oferece cursos online e conecta atletas a bolsas de estudos em colégios e universidades, com o objetivo de incentivar a prática esportiva aliada a educação. O iniciativa já encaminhou 540 atletas para instituições de ensino e concedeu R$ 4 milhões em bolsas.


🎫 Aquisição sinérgica | Zig adquire Superticket. A Superticket já vendeu 2 milhões de ingressos para 3.000 eventos e shows de pequeno e médio porte, com capacidade de público entre 2.000 e 7.000 pessoas — o negócio gera receita via take rate de 12% dos ingressos. A Zig oferece cartões de consumação em arenas esportivas e eventos, como The Town e Rock in Rio. A aquisição expandirá suas operações no segmento de ingressos. O negócio foi rebatizado de Zig.Ticket.


🌎 Conta global | Trace Finance faz acordo com BNY Mellon e lança conta global. Com o acordo, as contas na plataforma estarão vinculadas ao banco americano, permitindo que empresas e holdings offshore façam transferências domésticas e internacionais ilimitadas. Hoje, a Trace Finance tem 500 empresas como clientes — inclui Buser e Conta Simples. Com o BNY Mellon, visa transacionar 60% das rodadas de investimentos de startups brasileiras no exterior.


🚗 Parceria automotiva | Volkswagen e Zapay fecham parceria. Fundada em 2017, a startup desenvolveu um aplicativo usado por 10 milhões de motoristas, para consultarem débitos de trânsito e realizar pagamentos de multas, impostos e IPVA. Com a iniciativa, os motoristas que usam o aplicativo VolksCare poderão acessar de forma direta seus débitos veiculares.


📈 IPO no radar | Nuvini prepara IPO na Nasdaq. A holding brasileira de empresas de SaaS B2B será listada no dia 2 de outubro, a partir de um acordo com uma empresa de SPAC da Mercato Partners, avaliada em US$ 235 milhões. Estima-se que o acordo gere US$ 60 milhões. O valor será usado para adquirir mais startups latino-americanas do setor. Hoje, a Nuvini detém sete startups — leadlovers, Ipê Digital, Effecti, Datahub, Onclick, Mercos e SmartNX.


💵 Investimento bilionário | Amazon investirá até US$ 4 bilhões na Anthropic. A iniciativa prevê a integração de soluções da startup de IA (criadora do Claude, rival do ChatGPT) junto à AWS e confere à Amazon uma participação minoritária no negócio. O investimento inicial da Amazon na Anthropic será de US$ 1,25 bilhão, e as duas partes têm autoridade para acionar mais US$ 2,75 bilhões. A iniciativa visa competir com Microsoft, Google e NVIDIA no segmento de IA.


🎶 Clone de vozes | Spotify anuncia parceria com OpenAI. A iniciativa visa lançar o Voice Translation, um recurso de IA que traduz podcasts que clona vozes. A tecnologia por trás das traduções é o Whisper, ferramenta de transcrição de voz, da OpenAI.


🖼️ GPT com imagens | ChatGPT integra comandos de voz e imagens. A ferramenta funciona de forma semelhante às respostas que assistentes virtuais — como a Alexa (Amazon) e Siri (Apple) — e deve ser aprimorada para ter uma conversação “natural” com os usuários. A OpenAI também anunciou que o ChatGPT agora traz pesquisa na web em tempo real. O recurso foi lançado em maio, mas foi removido temporariamente por questões de segurança.


🤖 Chatbot do Zuck | Meta anuncia Meta AI. A novidade é um assistente virtual de IA generativa, semelhante ao ChatGPT. Com ela, os usuários de redes sociais (WhatsApp, Messenger, Facebook e Instagram) poderão acessar informações em tempo real e gerar imagens realistas a partir de prompts. A big tech também apresentou os dispositivos Ray-Ban Meta e Quest 3.


📽️ Streaming vs. reguladores | Streamings fazem aliança para lidar com regulamentação. Netflix, Paramount+, Discovery, Disney e outras 13 plataformas de streaming formaram o grupo SIA (Aliança de Inovação de Streamings) com o objetivo de lidar com questões regulatórias nos Estados Unidos, que têm deixado as gigantes da tecnologia em alerta.

  • Uma das pautas centrais é assegurar que elas não estarão sujeitas às mesmas leis estabelecidas para plataformas de conteúdo produzidos por usuários, como o TikTok e outras redes sociais — as empresas alegam que isso pode frear a inovação no setor. Apple e Amazon decidiram não fazer parte do grupo.

⚖️ Monopólio em pauta | Amazon é processada por violar leis antitruste. A Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC) acusa a varejista de minar a concorrência e prejudicar os consumidores com preços mais altos de forma ilegal. A Amazon nega as acusações. O processo vem após anos de queixas de que big techs mantém um domínio monopolístico em ferramentas de busca (Google), redes sociais (Meta) e no varejo online (Amazon).


🌱 Na contramão | Lego desiste de projeto de plásticos recicláveis. A fabricante de brinquedos concluiu que seu novo material levava a maiores emissões de carbono que os plásticos à base de petróleo (ABS). Os principais gargalos são a troca dos equipamentos e os aditivos exigidos para fazer blocos duráveis e seguros. A notícia expõe a complexidade das escolhas feitas por empresas na busca por uma agenda ESG, alinhada com a transição energética.


🔴 Mais demissões | BYJU'S anuncia demissão de 5.000 colaboradores. Em nota, a edtech indiana disse que a medida visa diminuir as despesas em meio a uma reestruturação dos negócios após o IPO adiado e pressão dos seus credores. Avaliada em US$ 22 bilhões, a BYJU'S é a startup mais valiosa da Índia. A startup atende 150 milhões de estudantes em todo o mundo e tem escritório em 21 países, inclusive no Brasil.


Comentarios


news.png
Receba a principal curadoria do ecossistema de inovação

Newsletter semanal e carta de análise mensal, no seu e-mail, com tudo o que você precisa saber!

bottom of page