VENTURE.png

A história do empreendedorismo digital no Brasil, contada por quem fez acontecer

1ª Temporada - Episódios completos
__Thumb Carlos Pessoa 1.png
Carlos Pessoa  T.1 Ep.1

Um dos primeiros profissionais da Endeavor no Brasil, atuou ativamente para evoluir o nosso ecossistema, inclusive ajudando a colocar a palavra empreendedorismo no dicionário. Atualmente tem vivido o papel de VC como MD na G2D Investments, veículo listado em bolsa para investimento em empresas de tecnologia. 

Durante nossa conversa Carlos contou como era o ecossistema de empreendedorismo no Brasil, como mudou o perfil do empreendedor, os custos de se ter um negócio e sua visão sobre o mercado atual.

__Thumb Stephanie 1.png

Aos 13 anos, Stéphanie começou trabalhar com a mãe, aos 15 entrou na faculdade e aos 19 já estava formada. Trabalhou na Tim e na Oi e também teve experiências internacionais na Digicel Group na Jamaica e Cisco Jasper no Sillicon Valey. Em 2015, fundou o DinDin, adquirido em 2020 pelo Bradesco.

Atualmente, Stéphanie é apresentadora da CNN Brasil e durante nossa conversa falamos sobre fundraising, dores do empreendedorismo, como foi fazer um exit e o seu papel como mulher no ecossistema.

__Thumb Rigonatti 1.png

Durante seu MBA em Columbia, Edson teve o primeiro contato com venture capital e depois de formado foi trabalhar na Lucent Technologies, dentro do Bell Labs nos EUA. Veio para o Brasil abrir o escritório local da empresa e foi o primeiro Corporate Venture a investir no Brasil. Foi mentor da Endeavor por muitos anos até fundar a Astella Investimentos em 2008.

No papo falamos sobre a diferença entre empresário, empreendedor e founder, além da evolução do VC no Brasil.

__Thumb Daniela 2.png

Empreendedora serial, Daniela abriu seu primeiro negócio ainda na faculdade, uma agência de comunicação e PR onde foi CEO por 15 anos. Em 2014, criou uma das primeiras plataformas de conteúdo digital do país, atingindo mais de 2 milhões de assinantes. Atualmente, é fundadora e CEO da agência PROS e fundadora do projeto Aladas, uma plataforma para o desenvolvimento de mulheres empreendedoras.

No nosso papo, Daniela falou sobre os desafios de uma carreira empreendedora e o papel das mulheres no ecossistema.

__Thumb Alexandre 2.png

Uma das referências em VC no Brasil, Alexandre foi Principal na Stratus, Diretor na Intel Capital, Managing Director na Qualcomm Ventures, além de ter participado do Board de empresas como QuintoAndar, Loggi, CargoX, Nuvemshop, idwall, Pixeon e muitas outras. Atualmente, é Sr Vice President da DigitalBridge, veículo de investimento americano listado na NYSE.

No nosso papo, Alexandre descreveu com precisão a evolução do ecossistema de venture capital no Brasil, além de trazer uma visão do futuro para o setor.

__Thumb Roberto 2.png

Nos primórdios da internet, Roberto foi um dos criadores do Fulano, um portal de entretenimento líder de mercado nos anos 2000 e um dos primeiros a se aventurar no marketing digital. Como spin-off do Fulano fundou a Fbiz, agência de publicidade voltada para internet, onde foi CEO. Trabalhou na Amazon e no Google entre 2005 e 2008 e atualmente é COO do Descomplica, uma das maiores edtechs do Brasil.

Durante nossa conversa falamos sobre as dificuldades de se montar um negócio de tecnologia nos anos 2000 e as mudanças no processo de fundraising.

__Thumb Anderson 2.png
Anderson Thees  T.1 Ep.7

Anderson começou a carreira como desenvolvedor e viveu a bolha das PontoCom de dentro, como especialista em Web no UBS. Após o MB voltou ao Brasil como diretor da Eccelera, um dos primeiros VCs do país, foi Principal da Naspers para a América Latina, Chairman do Board da Movile, CEO do Apontador, até fundar a Redpoint eventures Brazil em 2012.

Em nosso papo, Anderson falou sobre o início dos fundos de Venture Capital no Brasil e como ele enxerga a maturidade atual e evolução do nosso ecossistema.

__Thumb Marcela 2.png

Empreendedora serial, Marcela iniciou sua carreira na área de Marketing antes de fundar seu primeiro negócio em 2009, a Bierboxx, um e-commerce de cerveja que depois virou um bar. Em 2015, fundou a fintech Trigg que foi vendida em 2020 e tornou Marcela a primeira fundadora no Brasil a fazer um exit de fintech. Após a Trigg, fundou a Seastorm Ventures, uma holding de criação e desenvolvimento de startups.

Durante a conversa, falamos bastante sobre as diferenças entre o empreendedorismo de economia real e o de nova economia.

__Thumb Daniel Li 1.png
Daniel Li  T.1 Ep.9

Empreendedor serial, Daniel começou na década de 1990 aos 17 anos, quando fundou o Disque Amizade, conseguindo fechar inclusive uma parceria de divulgação com uma grande emissora de televisão antes mesmo de ter o produto. Criou ainda os primeiros "filtros" em compras digitais, foi selecionado como empreendedor Endeavor em 1999 e foi sócio de um dos pais da internet no Brasil, Aleksandar Mandic, na MandicMagic.

Durante nossa conversa, falamos sobre fundraising, qualidade de vida, atração de time e as diferenças de se montar um negócio no inicio dos anos 2000 e atualmente.

__Thumb Rodrigo 1.png

Empreendedor serial, seu primeiro negócio foi um portal de notícias sobre investimentos ainda na década de 1990 antes de completar 20 anos. Em 2007, fundou a Sonico, rede social focada na América Latina que chegou a ter 53 milhões de usuários e foi adquirida pela IAC/Match.com em 2014. Antes disso, em 2010, Rodrigo fundou a fintech RecargaPay, que já levantou mais de US$ 100 milhões em funding.

Em nosso papo, Rodrigo falou sobre as diferenças entre empreender na Argentina, onde nasceu e cresceu, nos EUA e no Brasil.

Sobre o projeto

Hoje, quando pensamos em startups no Brasil, a primeira coisa que vem em mente são reportagens de aportes milionários e unicórnios. Mas nem sempre foi assim, e voltando alguns anos no tempo vemos um cenário muito diferente.

No entanto, faltam registros históricos dessa evolução, ainda mais aqueles de bastidores, que mostram a realidade por trás do sucesso. Pensando nisso, criamos o projeto Venture, que busca documentar a evolução do ecossistema de inovação no Brasil.

Convidamos grandes nomes do mercado, entre empreendedores e investidores, para contar suas histórias e assim narrar os últimos 30 anos do ecossistema.

MICROFONE_edited.png