Oracle + TikTok: o novo acordo que pode salvar banimento do app nos EUA

Depois de muitos capítulos da saga TikTok pelo mundo, em especial nos Estados Unidos, a Oracle supostamente teria ganhado o acordo para gerenciar as operações de dados do app em território americano. O movimento é importante frente ao que pode acontecer com o TikTok. Entenda porque a Oracle conseguiria o feito e como a China está encarando essa situação.

SHARE

Depois de muitos capítulos da saga TikTok pelo mundo, em especial nos Estados Unidos, a Oracle supostamente teria ganhado o acordo para gerenciar as operações de dados do app em território americano. Este movimento é diferente de uma venda direta, ele sugere apenas a ajuda da administração das operações da empresa com suas tecnologias de nuvem.

A notícia veio após a Microsoft divulgar que não estava mais na disputa pela aquisição da rede social chinesa após a Bytedance, dona do TikTok, ter rejeitado sua proposta inicial. O prazo limite dado por Donald Trump para que alguma empresa americana comprasse os negócios do TikTok nos Estados Unidos era até o dia 20 de setembro, caso isso não acontecesse o app bloqueado no país.

Oracle + Governo EUA

Nas entrelinhas muito se fala sobre o histórico de colaboração da Oracle com o governo americano, o que tornaria esse movimento extremamente estratégico em meio a essa tensão. Além disso, o CEO da Oracle, Larry Ellison, é um grande defensor de Donald Trump, o que poderia abrir margem para um acordo mais flexível perante as demandas do presidente americano. Para Trump, os EUA deve controlar totalmente o TikTok, por isso fica a dúvida se o título "parceiro de tecnologia confiável" será suficiente nesta corrida.

Enquanto isso na China

Caso não seja fechado nenhum acordo até domingo, dia 20, o TikTok já tem uma ação judicial em ordem executiva com uma liminar temporária para impedir o banimento. Vale ressaltar que para a mídia chinesa a ByteDance não está vendendo suas operações nos Estados Unidos, muito menos seu algoritmo para outra empresa conduzir seu aplicativo, seja ela a Microsoft ou a Oracle. Além disso, recentemente o governo chinês instituiu novas regras que impedem a venda de "tecnologias baseadas em análise de dados para serviços de recomendação de informações", como o algoritmo de recomendação do TikTok, sejam exportadas ou vendidas sem autorização do governo chinês.