Nubank anuncia integração com Google Pay para facilitar pagamento com o celular

A novidade vem para ajudar a vida dos usuários de Android e reforça a tendência de pagamentos sem contato.

SHARE

Nubank e Google Pay

O Nubank acaba de anunciar a integração com o Google Pay, a ferramenta de pagamentos digitais do Google. A partir de agora, clientes do roxinho poderão usar os serviços da bigtech pelo celular para compras em débito e crédito, além de utilizar o recurso de aproximação.

Esta funcionalidade está disponível apenas para usuários de celular com sistema operacional Android. As compras com o Google Pay poderão ser realizadas em estabelecimentos que aceitem pagamento pelo método de aproximação e para habilitar o recurso é necessário ter o app do banco e se registrar no Google Pay. O usuário selecionará quais cartões farão parte da carteira digital e após incluir a senha, a funcionalidade já estará disponível para uso.

Pra você que já está querendo começar a usar essa novidade, atenção: alguns aparelhos podem ainda não ter a funcionalidade habilitada, isso porque o Google informou que a atualização esta sendo feita gradativamente. Entretanto, a empresa garante que em médio prazo todos aparelhos com NFC para pagar com Google Pay terão acesso a essa função no app.

Cristina Junqueira explica

A co-fundadora do Nubank afirmou que a intenção é facilitar a condição de compra dos clientes e o objetivo do roxinho é liberar cada vez mais funcionalidades que melhorem a vida de seus clientes. "No contexto que vivemos hoje, pagamentos sem contato são cada vez mais importantes, e como a maior parte da nossa base de clientes usa celulares Android, tornamos essa integração uma prioridade" afirmou a executiva.

Dados da fintech mostram que só no ano passado foram registradas aproximadamente 90 milhões de transações com cartão de crédito sem contato, um aumento de 114%.

Mas isso é seguro?

Sim, apesar de ser pelo celular, as carteiras digitais exigem uma tecnologia de Tokenização, utilizada exatamente para que o aparelho não envie o número do cartão ao receptor. Sendo assim, ao fazer uma pagamento, a maquininha transfere um token que precisa ser verificado para liberar ou barrar transações. Segundo o Nubank, o aplicativo não repassa informações oficiais do cartão, fazendo com que os dados fiquem seguros e não sejam compartilhados com terceiros.

Enquanto isso os usuários da Apple aguardam

Apesar de no final de 2020 o Nubank ter feito uma brincadeira em seu Twitter com uma possível integração com o Apple Pay, a carteira digital da Apple, não há nenhuma confirmação da integração com o serviço por hora. Isso também vale para o Samsung Pay, recurso da Samsung.

Segundo o Tecnoblog, a principal diferença entre as carteiras digitais é que a Apple estaria cobrando 0,15% das instituições financeiras por cada transação, enquanto o Google e a Samsung não apresentem nenhuma taxa. Vale dizer, que para os consumidores não existe cobrança adicional.